Milagre o Testemunho da Verdade

sábado, 20 de junho de 2015

Vc não amou mais a Deus do que Maria





Mas se queres Amar mais a Deus aprenda com Maria. Quanto mais somos obdientes a Deus mais ligados a ele estamos e quanto mais o amamos mais a ele conhecemos, aprenda com a escrava do Senhor, que é aquela que como o escravo toda a gloria e poderes que a ele é concedido, esse poder vem do seu Senhor. não importa quantas honras se dar ao escravo toda a gloria irar para aquele a quem lhe concedeu. não penças que honrando a mãe desonrrarar ao filho, pois quem honra o filho honra o pai, mas quem honra a mãe honra tanto o pai como o filho, se tratamos com amor aquem da familia de Deus pertence, é por honrar e amar muito mais a Deus. mas se com despreso tratamos os que da parte de Deus nos é dado, é com despreso que tratamos aquele que nós deu.

Na falculdade do amor dado ao filho de Deus, na falculdade da obdiência a Deus, na faculdade dos que a Deus foi um instrumento ninguém foi maior do que Maria, se todos os  profetas, ninguem foi maior do que João Batista por preparar o caminho do Senhor, muito mais é o instrumento Maria, que ela é o caminho a porta a onde o céu entrou, a onde o céu habitou, a onde o verbo foi gerado, amamentado, educado, cuidado, amado, e trinta anos aos cuidados do amor materno esteve e apenas três anos dela saiu ao mundo salvar, não se pode medir o infinito, não se pode medir o instrumento  e os meritos dela da Santa Maria que são unidos ao de seu filho.

Nossa Senhora ninguêm foi, e ninguem é mais cheia da graça de Deus como Maria, a maior graça de Deus ao mundo vim foi e é Jesus Cristo, e nela ele se instalou, nela o Espirito Santo habitou como ninguem, nela a sombra do alticimo acobriu, nela os anjos a veneram como Rainha Ave cheia de Deus (graça).

Olha nenhum protestante tem dificuldade de entender que o minino do apocalip-se de São João, é Jesus, porem qual é a dificuldade deles de entender a segunda conclusão que a mulher revestida de sol tendo sobre os seus pés a lua, qual a dificuldade deles de entender que São João Apostolo aquele que Jesus disse mulher eis aí teu filho, discipulo es aí tua mãe. qual a dificuldade deles de compreeder a segunda conclusão que é de Maria que São João estar falando. ela é a lua, a escrava do senhor que só faz a vontade de Deus, a mulher do apocalip-se não é a Igreja, a Igreja são os descendentes, a Mulher não é Israel,  Israael seria os descendentes se não tiveste matado o filho de Deus, os descedentes são os guardiões da palavra de Deus, os apostolos e seus sucessores, o magisterio da Igreja, e os que estão encomunho com ela,  è evidente a mulher deu a lúz o filho de Deus. ela estar resvestida do sol que é Cristo, vc não consegue ver e direcionar os seus olhos fichos ao sol, mais vc consegue ver todo o brilho da lua que recebe toda a luz do proprio sol, que é Cristo, Você ver o brilho da luz de Cristo revestido na sua mãe que é Maria. ela manda as graças de Deus a terra, pois assim como  o sol que ilumina a terra, Deus não para de mandar chuvas de graças, Maria é como a lua, não sendo a propria luz, mais ela estar revestida desta luz que é Deus  nos ilumina e nos leva como uma boa mãe ao encontro do filho. 


Apocalipse 12
1. Apareceu em seguida um grande sinal no céu: uma Mulher revestida do sol, a lua debaixo dos seus pés e na cabeça uma coroa de doze estrelas.
2. Estava grávida e gritava de dores, sentindo as angústias de dar à luz.
3. Depois apareceu outro sinal no céu: um grande Dragão vermelho, com sete cabeças e dez chifres, e nas cabeças sete coroas.
4. Varria com sua cauda uma terça parte das estrelas do céu, e as atirou à terra. Esse Dragão deteve-se diante da Mulher que estava para dar à luz, a fim de que, quando ela desse à luz, lhe devorasse o filho.
5. Ela deu à luz um Filho, um menino, aquele que deve reger todas as nações pagãs com cetro de ferroMas seu Filho foi arrebatado para junto de Deus e do seu trono.

Gênesis 3
15. Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.”      

Quem é da descendeia desta mulher? fica claro que não são os que com odio a ela mostram serem descendestes da serpente que vomitam blasfemia contra ela e seus descendentes. 

Maria é esta mulher resvestida de Deus. cheia de toda a graça a amada do pai.

Mas vc protestante pode dizer, a graça é favor imerecido, o homem recebe  o amor de Deus imerecidamente,o amor é assim ele ama sem ser dado algo em troca, o amor provem de Deus o amor agapé, um amor sem interece.

Mas como todo amor merece receber e ser amado, Deus envia este amor, e até os demonios (anjos caídos ) receberam o amor de Deus. este amor, não foi mais dado por Deus a eles, pelo uso  da justiça, e sim também  pelo uso da mesericordia Divina, pois a condenação deles seriam pior e quanto mais Deus enviava o amor mais odio eles sentiam, por regeitar o proprio amor que é Deus, a recusa deles traz uma separação das eternas virtudes do amor, e como a bondade provem de Deus, estando os condenados na alsência total do seu criador, assim como a escuridão não existe, o que existe é a alsência de luz, o mau não existe é alsência total de Deus, logo o pecado é a ruptura da criatura criada perfeita indo para um suicidio que é separa-se da vida que é Deus.  separados na alsência total da bondade, tanto os demonios no tempo da prova, quanto os homens no tempo da prova, ficam assim no reino  do odio da eterna maldade no inferno, mesmo no inferno á o mais profundo e um maior sofrimento, e isto é medido pela quantidade do amor que se regeitou de Deus, logo a graça. da mesma forma, podemos dizer que o amor que correspodemos com  Deus, o amor que mesmo não sendo a altura,o  quanto mais correspondemos com este amor gratuito mais proximo dele estamos e nisto ninguem correpondeu como Maria nem os Anjos.

Porem podemo dizer que um filho ama a sua  mãe sem ela merecer, ou o melhor é dizer que é justo e por merecimento que a sua mãe merece ser amada por ti, seja por ter te gerado, por ter lhe amamentado, educado, justamente todos diremos ela merece nosso carinho, dedicação respeito o nosso amor. Mas Deus sendo eterno que não nasceu no tempo sempre existiu, no tempo nasceu como homem e por escolha dele se deu uma mãe no tempo, amou sua mãe no tempo e na eternidade antes dela existir ele a amou. logo podemos dizer o amor de Jesus por Maria é por merecimento de um filho por uma mãe, e por imerecimento como Criatura que segundo as escrituras relata ela ser a mais perfeita criatura de Deus, que é o tabernaculo mais excelente, não contruido por mãos humnas mais por Deus para dela nascer o seu filho.

Sabendo que quanto mais amamos a Deus mais proximo dele estamos, e o quanto mais o amamos mais obdientes somos, nisto ninguém nenhuma criatura amou a Deus como Maria ninguém correspondeu ao amor de Deus como Maria, logo das criaturas feitas por Deus na maternidade a mãe sempre ama mais o seu filho, assim Maria foi com Deus filho, e este laço de Maria com Jesus é eterno, ele continua sendo homem ressucitou e Maria eternamente sua mãe é, o amor de Maria por Jesus sempre foi um amor agapé sem troca um amor de mãe para com o filho, o amor de Jesus por Maria sempre foi agape sem interece. o amor dela foi incondicional  e perfeito, o dele por ela  foi e é divino.

Maria e Jesus a intimidade dos dois não se compara a nenhuma criatura feita por Deus em toda criação, não podemos medir e calcular e nem muito menos entender tao grande mistério, apenas os exemplos que ja conhecemos mais que nunca se compara com o infinito amor que ama Jesus sua mãe, O amor de Deus a Maria foi e é um amor correspondido, no céu ela é a mais proxima de Deus.
Portanto a graça é enviada até o dia da sua morte, quando o tempo da prova se encerra, se tu regeitou a graça de Deus foi o amor dele que regeitaste, pecaste contra o Espirito Santo, e este pecado não tem perdão nem nesta vida nem na outra. 

Também e de saber que somos chamado por Deus a toda boa obra, mais recusarmos  fazela mereceremos e iremos contruir a nossa condenação mas Deus continua a enviar sua graça, sem enquecer de sua justiça, mas o merecimento de conquistar o céu é fazer a vondade do pai e deixar ser levado por ele para toda boa obra e ser moldado a santidade, e nisto Maria o molde Deus, de onde ele gerou o santo dos santos, e aos cuidados dela não dos anjos mais de uma fragiu criatura, que como serva em tudo foi submissa e como mãe em tudo fez por seu filho.
Portanto no caso de Maria, a graça foi algo mais que expecial. um amor da parte de Deus mais que imerecido e merecido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.